24 de janeiro de 2011

Incomparável

"Paraíso" seria pouco diante da magnitude deste lugar. Qualquer mera palavra seria incapaz de demonstrar o que é. Há uma incompatibilidade. Pois palavras são humanas e a glória que se encontra ali é sobrenatural.
Onde nenhum mal me faz mal. Onde tudo o que é importante para o mundo faz-se ínfimo. O amanhã já não importa. Nenhuma circunstância pode me afligir. Nenhuma injustiça pode me revoltar. E toda idealização que eu possa ter sobre o amor torna-se real e maior, pois desfruto do único amor verdadeiro e sem reservas.
O abraço divino é como chuva de ouro para a ganância humana. E como água para os sedentos. O choro é arco-íris depois de uma chuva cinzenta que caía enquanto estive longe.
E tudo o que posso pensar é no tempo que perdi com promessas fracassadas de outros lugares "relaxantes".
Tudo o que posso querer é não sair por aquela porta que não se tranca para os que crêem e amam a Ti.

Pai, diante de Ti, sou um grão de areia. E ainda sim, Tu me permites alcançar o lugar mais alto de todos: os Teus pés!

7 comentários:

Arianne Carla disse...

Gabriele, sabe quando você fica impactada com os textos? Sim, é como fiquei nesse momento. Sua frase ao término do texto me fez refletir diversas vezes... Você deu voz ao íntimo da sua alma! Intenso!
Seguindo, com toda certeza... abraços.

Dica disse...

É bonito ver jovens totalmente entregues a Deus.

thata disse...

Simplismente lindo! Parabéns!
bjuxx

Gabriela Furtado disse...

E o importante é isso: fé!
Beijos querida

Jéssy Jansen disse...

Sem palavras =X
Lindo lindo lindoo **-**

Firefly disse...

O que dizer? É a personificação da fé, algo bonito de ser apreciado, um texto realmente incrível.

Anônimo disse...

eu não o que dizer, só que é perfeito.
a forma que você descreveu a paraiso,com tanta perfeição e clareza, que fique realmente admirado, e a sua frase no final, deixou um texto belo,e transformou belissimo, parabéns gabi,