26 de outubro de 2010

Deixei o samba morrer

Você me deu tudo o que eu queria e precisava. Todo carinho, atenção, valor. E aí, me apaixonei. E como me apaixonei. Neste momento, a graça acabou pra você. O troféu estava ganho. Sua estratégia dera certo.
A ginga malandra levada por falsa sensibilidade venceu mais uma vez e virou samba. E quem dançou foi meu coração. O coitado acreditou que a música vinha de uma orquestra. Mas era só um pandeiro muito bem tocado, nas primeiras notas musicais, é claro. Logo logo, a técnica se esvairia.
O show acabou, a gafieira está vazia. Tudo bem que só havia eu e você. Você: o mestre-sala experiente. Grudou o ingresso no meu vestido e saiu de fininho, com seus passos ensaiados. Não me avisou e eu continuei a bailar deslumbrada, no meio do salão. Quando abri os olhos e me dei conta, fiquei a te procurar, como se fosse voltar pra terminar ou continuar, até não se sabia quando, aquela dança.
Mas, adivinha!? Eu cansei de olhar em volta e de gritar seu nome, ouvindo o eco daquele lugar que perdeu a luz e se tornara um tanto quanto sombrio!
Quebrei a caixa de som, subi de novo no salto, retoquei o batom, joguei os cabelos e saí  pela porta enfeitada com balões dourados e vermelhos em formato de coração.
Ah, só quero te avisar... sua hora vai chegar, e em um de seus desfiles nas escolas de samba da vida, sua porta-bandeira girará mais que você, a bandeira te envolverá. E aí, ela sairá gingando. Estará na hora de você se aposentar da boemia antiga... começar a frequentar o teatro e montar uma orquestra de verdade para a nova princesa que esperará por uma longa e bela valsa. Assim como eu ainda espero. E que seja de gala, este baile.

9 comentários:

Osiel disse...

como todos os outros um texto de muita beleza e muito emocionante

parabéns menina continue assim

Gabriela Furtado disse...

Vejo que além do nome parecido estamos com coração na mesma situação...
ah, querida, o bom de tudo é que uma hora aquela música sempre acaba para que comece outra!
muito bom
beijos

railer disse...

isso aí, saia como destaque!

Ariana disse...

Texto simplesmente perfeito, e sobre tudo que escreveste , uma hora vai passar e vc vai lembrar disso tudo com um grande sorriso nos lábios!

Beijos

Louvor um Ministério Divíno disse...

Como todos os outros textos esse também está muito bom
gostei por demais


parabéns

Jéssy Jansen disse...

Uaaall xD
Sou sua fã número um,Gabi *-*
Ameii seu textos,como os outros ^^
Lindos d+


beijos = **

Caliginoso disse...

Gostei do seu texto. Passa lá no meu.

www.califasia.blogspot.com

Brunno Lopez disse...

A conquista de ocasião não deveria ser proibida, mas ensinada em alguns cursos de relacionamento que temos involuntariamente.

Que maneira mais divina de retratar isso. De se colocar como uma real vítima do encanto ocasional e conseguiu enxergar o futuro do assassino em outro crime. Que será imperfeito.

Não me lembro porque não voltei aqui antes... Muito bom!

Letícia Silva disse...

amei o texto, ficou lindo :)

seguindo *.*
http://sonaturally.blogspot.com/